Time Brasil

Time Brasil 259 Dias Jogos Pan-americanos Toronto 2015 Toronto - Canadá
10 de julho de 2015
651 Dias Jogos Olímpicos Rio 2016 Rio de Janeiro - Brasil
5 de agosto de 2016

Esportes

Picto Wrestling

Lutas

Lutas misturam a força e a destreza dos atletas, em um combate entre dois adversários que têm como objetivo controlar os movimentos do rival, forçando-o a encostar suas costas no chão. O praticante precisa usar todo seu potencial físico e psicológico para conseguir sair vencedor. No programa olímpico o esporte é dividido em duas modalidades: Estilo Livre e Greco-Romano.

Luta Livre

Na época, mais conhecida como catch as catch can, a luta livre foi incluída no programa olímpico nos Jogos de Sain Louis 1904. Muito popular, a modalidade foi desenvolvida a partir de performances realizadas em feiras e festivais no Reino Unido e nos Estados Unidos. Desde os Jogos Olímpicos Antuérpia 1920, o esporte esteve presente em todas as edições do evento.

Curiosidades

Com a diminuição de dez para sete categorias, as mulheres começaram a competir em quatro eventos desde Atenas 2004.

O termo inglês "wrestiling" dá nome ao torneio de luta olímpico, tanto na modalidade greco-romana como no estilo livre.

Wrestiling quer dizer o princípio da luta: segurar, prender, imobilizar.

Existem diferenças básicas entre o estilo livre e o greco-romano. No primeiro, é permitido utilizar e atacar as pernas, enquanto no segundo só é permitido usar o tronco, não podendo atacar ou utilizar as pernas para derrubar o adversário.

Os representantes brasileiros nos Jogos Olímpicos foram Floriano Spiess e Roberto Leitão (em Seul 1988, nos estilos Greco-romano e livre), Roberto Leitão (em Barcelona 1992, no livre), Antoine Jaoude (em Atenas 2004, no livre) e Rosângela Conceição (em Pequim 2008, também no livre).

Luta Greco-Romana

História

Com a provável exceção do atletismo, a luta greco-romana é tida como o esporte mais antigo do mundo. Desenhos em cavernas de 3.000 a.C retratam lutadores. A modalidade aparece nos Jogos Olímpicos da Antiguidade em 708 a.C. Considerado a reencarnação do espírito olímpico da Grécia Antiga, o esporte foi incluído já na primeira edição dos Jogos da Era Moderna, em Atenas 1896.

Com exceção dos Jogos Olímpicos Paris 1900, o esporte esteve presente em todas as edições da competição. Nos Jogos de Sidney, em 2000, o programa de luta greco-romana foi modificado e passou a ter oito categorias de peso em vez das dez, incluídas em Munique 1972. A partir de Atenas 2004, as lutas passaram a ser disputadas em sete categorias.

Curiosidades

Com exceção dos Jogos Olímpicos Paris 1900, a luta greco-romana esteve presente em todas as edições da competição.

O termo inglês "wrestiling" dá nome ao torneio de luta olímpica, tanto no estilo greco-romano como no estilo livre.

Wrestiling quer dizer o princípio da luta: segurar, prender, imobilizar.

Existem diferenças básicas entre o estilo greco-romano e o livre. No primeiro, só é permitido usar o tronco, não podendo atacar ou utilizar as pernas para derrubar o adversário. Já no segundo é permitido utilizar e atacar as pernas.

Os representantes brasileiros nos Jogos Olímpicos foram Floriano Spiess e Roberto Leitão (em Seul 1988, nos estilos Greco-romano e livre), Roberto Leitão (em Barcelona 1992, no livre), Antoine Jaoude (em Atenas 2004, no livre) e Rosângela Conceição (Pequim 2008, no livre).

Tags:
Notícias mais antigas
Galeria
Crédito: 1 de

Atribua uma nota:

Aguarde...